O que NÃO fazer numa entrevista de emprego: erros para você evitar

Compartilhe

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email

Compartilhe

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email

Seu nervosismo já bateu pensando o que não fazer numa entrevista de emprego antes dela acontecer?

Então, essas dicas são para você!

Vamos listar as principais situações que fazem com que um candidato seja mal visto nas entrevistas e que você precisa evitar. Confere só 👇

Não buscar conhecer a empresa anteriormente

Para uma entrevista de emprego, é essencial se preparar para ela.

Isso quer dizer que a pessoa que quer a vaga precisa fazer um dever de casa antes da entrevista.

Ou seja: ela vai precisar pesquisar e buscar conhecer melhor a empresa e a vaga que ela deseja conquistar.

Quando você não procura conhecer esses pontos nos momentos antes da entrevista, você acaba não tendo uma fala objetiva.

E isso pode te atrapalhar com a imagem que quer passar para o recrutador.

Dessa forma, o recrutador acaba percebendo a sua ansiedade e sua falta de preparo para responder as questões que ele, como empresa, quer ouvir do candidato ideal.

Falar mal da empresa que você trabalhou

A entrevista de emprego é o primeiro contato que você tem com a empresa que você quer entrar.

Sendo assim, é preciso que você tenha uma postura agradável e não passe a entrevista se queixando.

Seja do seu emprego anterior (por exemplo: reclamar do seu chefe anterior, da empresa que trabalhou antes ou sua antiga equipe) ou de algo que tenha visto na nova empresa.

O momento da entrevista de emprego não é para desabafos pessoais.

O que não fazer numa entrevista de emprego, definitivamente, é apontar falhas da nova empresa ou da última que saiu.

É claro que pode surgir uma pergunta referente à empresa que você trabalhou anteriormente (principalmente se ela é atual).

E, nesse caso, vão tentar entender os motivos que fizeram você se candidatar a uma nova vaga.

Então, foque em responder essa eventual pergunta de forma respeitosa e objetiva, sem entrar numa pegada de desabafo falando mal da empresa que você deseja deixar (ou já deixou).

Chegar com atraso

Nada pior do que deixar esperando a empresa que você quer impressionar, não é mesmo?

A organização e o planejamento também são características muito visadas pelos recrutadores (sendo, inclusive, algumas das soft skills buscadas em candidatos).

Portanto, a falta de comprometimento pode ser vista como uma previsão do futuro do candidato na empresa.

Mas calma! Sabemos que imprevistos acontecem.

Por isso, caso haja qualquer atraso, certifique-se de avisar previamente à empresa sobre o imprevisto.

Ah, e vale também pedir desculpas pelo ocorrido – ainda que não tenha sido sua culpa. Isso mostra que você respeita o tempo do recrutador.

Não se interessar pelo que o recrutador diz

A ansiedade é algo muito comum durante todo o processo seletivo e não é um fator considerado pela maioria dos recrutadores.

O nervosismo pode tirar o nosso foco e nossa atenção do que está sendo dito pela empresa na hora da entrevista.

Entretanto, uma das posturas que você não deve cometer é mostrar desinteresse enquanto o recrutador está falando mais sobre a empresa ou sobre o cargo.

Por isso, busque fazer perguntas no final da apresentação ou até mesmo no final da entrevista.

Isso demonstra que você estava prestando atenção e interessado na vaga.

Leia também: 13 conselhos para mandar bem na entrevista de emprego

Não ter autoconhecimento

Se conhecer é uma tarefa essencial na vida de qualquer profissional.

Com o autoconhecimento, você entende seus cargos e funções anteriores e fica muito mais fácil de contar sobre eles para outras pessoas.

Além disso, te ajudar a responder perguntas clássicas, como “Qual é o seu ponto forte? E ponto fraco?”.

No caso da entrevista de emprego, o autoconhecimento pode ser visto na clareza com qual o candidato fala sobre sua trajetória e suas atribuições que já passaram em outros empregos.

Essa clareza é fundamental para que o recrutador veja a sua segurança.

Dessa maneira, ele perceberá que você está contando sobre suas experiências anteriores de forma objetiva e que você possui domínio sobre aquilo.

Mentir

Por fim, um erro fatal do que não fazer numa entrevista de emprego: contar mentiras sobre suas antigas experiências.

Por exemplo, contar sobre funções que não teve nos cargos anteriores ou até mesmo falar sobre experiências que nunca teve.

Esse é o pior erro que a pessoa que está se candidatando a vaga pode cometer durante o processo seletivo.

Pois, além dela não conseguir desenvolver e falar sobre essa experiência, quando pedirem para fazer a função na nova empresa ela não saberá.

Portanto, não conte mentiras sobre sua trajetória.

Às vezes, os candidatos se desesperam para conseguir a vaga e pensam em fazer de tudo por ela.

Entretanto, a vaga perfeita para você irá se encaixar sem você precisar mentir por ela.

Curtiu? Que tal compartilhar esse conteúdo com quem também está participando de um processo seletivo? 😉

Victoria Fernandes

Victoria Fernandes

Redatora e estudiosa sobre redes sociais. Nas horas vagas, acessa o Twitter e vê vídeos de gatinhos no TikTok.

Comentários

Deixe uma resposta