Motivação nos estudos: 7 dicas de ouro para manter

Compartilhe

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email

Compartilhe

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email

Chegou o final do ano e bateu aquele desânimo com os estudos? Calma: primeiro, reconheça que isso é normal. Depois, leia esse texto com dicas para manter a motivação nos estudos 🤓

Neurociência da motivação

Já que o assunto envolve estudo, que tal aprendermos um pouco sobre a neurociência da motivação?

Pode parecer papo nerd (e é). Mas ele é fundamental para te ajudar a sair dessa zona desanimada e recuperar o gás nos estudos.

Segundo a neurologista e professora Judy Willis, os níveis de motivação dos estudantes correspondem à percepção de resultado dos seus esforços.

Ou seja: sabe aquela sensação prazerosa ao jogar videogame, quando você vai avançando de nível? 

Então, isso ocorre pois esse processo libera uma substância chamada dopamina, que nos dá satisfação ao atingir um objetivo.

É a mesma coisa nos estudos. 

Quanto mais você investe no seu aprendizado e vê melhorar o seu desempenho, maior o seu nível de dopamina.

Por sua vez, isso eleva a motivação e outros processos mentais, incluindo a memória. 

“Tá, beleza, mas e como fazer isso?”. 

Abaixo, separamos dicas de ouro para você atingir esse objetivo. Se liga só:

1) Descubra o seu “porquê”

Let'S Go Running GIF by Great Big Story - Find & Share on GIPHY

Simon Sinek, autor do livro “Encontre o seu porquê”, fala sobre algo bem importante: propósito. 

Em outras palavras, isso significa busca um motivo maior por trás de cada coisa que fazemos diariamente.

Principalmente no âmbito profissional.

Para Simon, começar pelo “porquê” é fundamental quando o assunto é motivação e auto realização.

Metaforicamente, nos estudos isso seria o clássico “Pra que vou aprender isso”, sabe?

Então, a recomendação aqui é que você seja bastante inquieto (a) com relação à razão pela qual você investe nos estudos.

É para realizar um sonho? Qual sonho? É para ajudar a sociedade? De que forma? 

Faça essas profundas perguntas para si mesmo (a) diariamente. 

E é assim, resgatando a raiz das suas ações, que você encontrará mais firmeza para seguir sua jornada de aprendizado.

2) Reconheça a desmotivação (mas não a alimente)

Existe um ditado do psicoterapeuta Carl Jung que é “Aquilo a que você resiste persiste”.

Em outras palavras, podemos entender isso como: não negue as suas emoções negativas.

Em vez disso, reconheça-as, mas sem alimentá-las.

O que isso quer dizer, na prática? 

Por exemplo: suponha que você esteja no ápice do cansaço e só queira se jogar na TV para ver algum seriado.

Nesse momento, reconheça seu cansaço, mas tente se desafiar a ler pelo menos 3 páginas de um livro antes de “se render”. 

Isso dá espaço para os sentimentos negativos, ao mesmo tempo em que desenvolve uma postura proativa para amenizá-los.

E, assim, impedir que eles te afetem completamente.

3) Desative notificações das redes sociais

Sim, nós sabemos: você já está cansado (a) de saber que as redes sociais são inimigas da concentração e blá blá blá.

Mas, de fato, desativar suas notificações vai impactar positivamente a sua motivação nos estudos.

Isso porque, se você está em um estado desmotivado, absolutamente tudo vai parecer mais interessante do que a tarefa de estudar. 

Então, imagine a tentação de receber um convite à procrastinação?

Portanto, minimize ao máximo esses estímulos e desative as notificações pelo menos enquanto estiver se dedicando a aprender.

4) Compartilhe seu conhecimento

Na linha de despertar os famosos hormônios do bem-estar, como a dopamina, que aumentam a motivação, compartilhar conhecimento é uma boa pedida.

Isso porque ao dividir o que se sabe, como diz o ditado, te faz aprender em dobro.

Sem contar que a sensação de ajudar outra pessoa é algo, por si só, bastante estimulante.

Então, que tal postar seus materiais acadêmicos no Passei Direto, contribuindo para os estudos de mais de 24 milhões de pessoas?

Certamente, além de fixar o conteúdo estudado, você terá um “boom” de motivação na sua jornada rumo ao aprendizado 🧡

5) Reconheça seus avanços

Entre nós: existe algo mais desmotivador do que não reconhecer nenhum progresso?

É por isso que reconhecer os pequenos avanços é tão importante para melhorar sua motivação nos estudos.

Trace um plano de estudos para o seu dia e, caso consiga cumpri-lo (ou mesmo atingir algumas das metas), comemore.

Parece algo pequeno, mas acredite: isso vai afetar muito a sua motivação pro resto da semana.

Afinal de contas, reconhecer avanços e se recompensar por isso fortalece a sua autoestima rumo aos seus objetivos.

6) Desenvolva uma mentalidade de crescimento

Como falamos recentemente aqui no blog, a mentalidade de crescimento pode acelerar o seu aprendizado.

Por quê? O conceito, criado pela psicóloga Carol Dweck, refere-se às pessoas que encaram as dificuldades como algo passageiro, e não como uma característica permanente.

E não é que essa premissa tem tudo a ver com motivação?

Afinal de contas, o desânimo muitas vezes bate quando achamos que não vamos conseguir progredir em algo, não temos nenhuma perspectiva de melhora.

Por isso, ter uma mentalidade de crescimento, orientada à ideia de que com foco é possível melhorar uma habilidade, é uma grande aliada da motivação.

6) Movimente-se

Já parou pra pensar que a palavra motivação tem a ver com movimento, ação?

Episode 12 Eyes GIF by RuPaul's Drag Race - Find & Share on GIPHY

A palavra deriva do latim motus (movido) e motio (movimento). Portanto, movimentar o corpo é uma metáfora que pode ajudar a atingir esse objetivo.

Dentre os inúmeros benefícios comprovados da atividade física, no que se refere ao aprendizado, os principais são:

  • Atividades físicas melhoram a qualidade do sono (o que impacta na solidificação das informações apreendidas durante o dia);
  • As atividades físicas melhoram o desempenho cognitivo;
  • Praticar atividades físicas diminui o estresse e aumenta a sensação de bem-estar.

Quer outros ótimos motivos para incluir a atividade física na sua rotina? Então, clique aqui e confira uma matéria completa sobre o assunto.

Essa matéria foi útil para você? Compartilhe e aumente a motivação nos estudos de outras pessoas também 🧡

Ericka Kellner

Ericka Kellner

Redatora na Passei Direto

Comentários

Deixe uma resposta