Dicas OAB: saiba como se preparar para o Exame de Ordem

Compartilhe

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email

Compartilhe

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email

Você estuda Direito e quer saber como ir bem no Exame de Ordem? Então, confira abaixo dicas OAB para atingir esse objetivo!

O que é o Exame de Ordem?

Primeiramente, precisamos destacar que o Exame de Ordem é um requisito necessário para a inscrição do profissional nos quadros da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) como advogado, conforme estabelece o Estatuto da Advocacia. 

A prova da OAB pode ser prestada pelo bacharel em Direito, pendente apenas a sua colação de grau, ou formado em instituição credenciada pelo Ministério da Educação (MEC).

Estudantes do último ano da graduação ou dos dois últimos semestres também podem fazer essa prova.

Como as próximas edições do Exame da Ordem estão chegando, você precisa se preparar bem.

Isso vale tanto para se dar bem na primeira fase como na segunda da prova.

Por isso, separamos algumas dicas OAB que farão a diferença na sua nota final. Mas antes, anote aí as datas das provas:

XXXIII Exame de Ordem
Inscrições de 12 a 19/08
1ª fase: 17/10
2ª fase: 12/12

XXXIV Exame de Ordem
Sem data oficial

Por que é obrigatório ter registro na OAB?

Segundo a Lei nº 8.906, de 4 de julho de 1994, art. 3º: “O exercício da atividade de advocacia no território brasileiro e a denominação de advogado são privativos dos inscritos na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB)”.

Ou seja: a obrigatoriedade da aprovação na OAB é prevista em lei.

E para aqueles profissionais que a desobedecerem, pode haver multa, reclusão das atividades de advocacia ou até mesmo detenção.

Vale lembrar que, se você se graduar em Direito, mas não fizer o exame da OAB, será considerado apenas um bacharel em Direito, mas não poderá ser chamado de advogado (a).

Portanto, para conquistar uma boa oportunidade no mercado de trabalho da advocacia é muito importante ter a carteira da Ordem. 

Oportunidades na área de Direito

Além das oportunidades de carreira na iniciativa privada, outra boa opção são os concursos públicos, que oferecem muitas oportunidades interessantes na área de Direito.

Existem inúmeros órgãos que costumam oferecer oportunidades para graduados em Direito nos seus certames.

Entre eles, podemos destacar os Tribunais Regionais Federais (TRF), Tribunais de Justiça (TJ), os Tribunais Regionais Eleitorais (TRE) e o Superior Tribunal de Justiça (STJ)

Se você se interessa por vagas no serviço público, fique sabendo que as opções também são amplas quando falamos sobre cargos.

Resumidamente, existem mais vagas disponíveis nas funções de Advogado da União, Juiz, Promotor de Justiça, Procurador da República, Procurador de Contas, Procurador do Estado, Procurador do Município, Defensor Público, Delegado de Polícia, Procurador Federal, Procurador em Bancos Públicos, Procurador da Fazenda Nacional, Analista na Área Jurídica e Tabelião de Notas.

Porém, é importante destacar que nos concursos públicos as exigências costumam ser pesadas, principalmente no que diz respeito ao conteúdo cobrado nas provas.

E entre as disciplinas cobradas com mais frequência, podemos destacar os temas de Direito Administrativo, Direito Constitucional, Direito Penal, Direito Processual e Direitos Humanos.

Outras áreas também podem constar no conteúdo programático, por isso é preciso fazer uma análise detalhada do edital do concurso que você quer tentar.

Como funciona o Exame da OAB? 

O Exame de Ordem é aplicado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e é dividido em duas etapas:

1ª fase (múltipla escolha): 

Nesta etapa os candidatos respondem 80 perguntas objetivas sobre todo o conteúdo estudado no curso de graduação em Direito.

As questões são distribuídas entre as seguintes áreas: 

Direitos Humanos;

Código do Consumidor, 

Estatuto da Criança e do Adolescente, 

Direito Ambiental, 

Direito Internacional, 

Filosofia do Direito,

Estatuto da Advocacia e da OAB, seu Regulamento Geral e 

Código de Ética e Disciplina da OAB. 

Na primeira fase da prova da OAB, cada questão vale 1 ponto e é necessário obter o mínimo de 50% de acertos.

Ou seja, acertar 40 ou mais questões para ser aprovado. 

2ª fase (prova específica)

Nesta etapa o bacharel em Direito deverá produzir uma redação de peça profissional e responder quatro questões discursivas sobre situações-problemas da área escolhida no momento da inscrição no Exame de Ordem.

No momento da inscrição, é possível escolher qual será a área da segunda fase. As opções são: 

Direito Administrativo;

Direito Civil;

Direito Constitucional; 

Direito Empresarial; 

Direito Penal;

Direito do Trabalho;

Direito Tributário.

A peça profissional vale 5 pontos e o candidato deve discorrer sobre um tema específico das áreas de: Direito Administrativo, Direito Civil, Direito Constitucional, Direito do Trabalho, Direito Empresarial, Direito Penal e Direito Tributário. 

Nas questões discursivas da segunda fase o valor é de 1,25 ponto cada, e elas são apresentadas na forma de situações-problema. 

O candidato é avaliado levando em consideração a adequação de suas respostas ao problema apresentado.

Para obter a nota final da 2ª fase do Exame de Ordem, somam-se as notas obtidas nas questões e na redação da peça profissional, numa escala de 0 a 10 pontos.

Será aprovado o candidato que obter nota igual ou superior a 6 pontos.

Como ser aprovado (a) no Exame de Ordem?

Separamos algumas dicas imperdíveis para turbinar a sua preparação e garantir um excelente resultado. Confira a seguir:

Investindo na preparação específica

O Exame de Ordem não pode ser considerado uma prova de nível fácil. 

Sendo assim, nem sempre apenas o conhecimento adquirido durante a faculdade é essencial para conquistar a aprovação. 

Primeiramente, antes de se preparar, é fundamental que você consulte atentamente o edital do exame.

Lá, terá um guia com os conteúdos para você estudar.

Então, esse é o ponto de partida para o seu planejamento.

E aí, na fase de preparação, o ideal é que você utilize todos os recursos disponíveis e invista pesado nos estudos.

Para isso, você pode contar com o auxílio de um curso OAB e também com o Passei Direto, maior rede de estudos do Brasil.

Os cursos online também são uma excelente opção para ajudar na sua preparação para o Exame de Ordem.

Procure por uma opção que ofereça o conteúdo por meio de videoaulas organizadas em formato de plano de estudos.

Dessa maneira, você memoriza todo o conteúdo necessário para passar no Exame de Ordem, de forma rápida, direta, eficaz e sem perda de tempo. 

Também é importante treinar muito com questões específicas e provas de anos anteriores do Exame da OAB.

Assim, você consegue testar seus conhecimentos e diminuir o nervosismo e ansiedade que podem aparecer no dia da prova.

E isso também ajuda na revisão dos temas já estudados, tirando suas dúvidas e ajustando o que for necessário para obter sua carteirinha da OAB.

Planejando uma rotina de estudos 

Tão importante quanto investir em uma boa preparação com um curso específico é organizar uma rotina de estudos.

Então, faça um cronograma de estudos adequado à sua rotina e cumpra à risca.

Fique sabendo que esta simples tarefa permite que você possa identificar suas maiores dificuldades de aprendizagem e desafogar os estudos naquela área em que já assimilou o conteúdo.

Tendo contato com a profissão 

Uma atitude que pode auxiliar no seu aprendizado é vivenciar a prática jurídica no dia a dia.

Por isso destaca-se a importância do período de estágio na faculdade.

Podemos afirmar que entre os grandes benefícios dessa imersão na advocacia está a aquisição do vocabulário específico, bastante aplicado no Exame de Ordem.

E outra boa vantagem é conhecer de perto as áreas de atuação profissionais.

Assim, você poderá identificar com mais facilidade com qual delas tem mais sua afinidade, o que com certeza ajudará a escolher a disciplina de 2ª fase. 

Mantendo o controle emocional 

É normal sentir ansiedade e, até mesmo, despreparado diante de uma prova tão importante.

Mas, é importante que você confie no seu potencial e mantenha a calma.

Afinal, o nervosismo só irá prejudicar a sua memória e fazer com que os conteúdos estudados sejam facilmente esquecidos.

Portanto, procure não se cobrar de forma tão intensa e tente sempre manter um pensamento positivo.

Saiba que ao manter o foco e a dedicação constante, com toda a certeza os bons resultados vão aparecer com o tempo. 

Preparando-se para o grande dia

Quando enfim chegar o grande dia, tanto da primeira fase do exame, assim como a segunda fase, mais do que nunca será preciso que você saiba manter a calma e o controle.

Pense em toda a jornada que o levou até ali e em todo o conhecimento adquirido ao longo do percurso.

Confie em si mesmo e sinta-se seguro para enfrentar o desafio, mantenha-se calmo para estar concentrado na prova!

Conclusão

Por último, mas não menos importante.

Além de um curso específico para concurso público, também é fundamental que você tenha acesso a uma plataforma com questões de concurso à sua disposição.

Como resultado, esse treinamento fará uma enorme diferença no seu resultado, pois é possível testar seus conhecimentos e simular como será o dia do concurso propriamente dito, ganhando ainda experiência e segurança.  

Depois de colocar em prática essas dicas, você estará no caminho para ter em mãos sua Carteira de Advogado.

Vamos aos estudos?

Felipe Carvalho

Felipe Carvalho

Redator na agência MMD.

Comentários

Deixe uma resposta